SEGUIDORES DO XAROPE

sábado, 25 de março de 2017

Castanhal sepulta sonho do São Francisco no Parazão

Foi sepultado de vez, o sonho do São Francisco de permanecer na elite do futebol paraense do próximo ano.

Valter Lima treinador do São Francisco 
 O time santareno ocupa a última posição no grupo A2 do Parazão, com apenas 4 pontos. Dos dez clubes que participam da competição, o Leão é o pior entre todos. Na classificação geral também é o lanterna. 
A situação do Leão não era nada fácil. Para continuar sonhando em permanecer entre os grandes do estadual, o time comandado pelo técnico Valter Lima precisava vencer seus dois últimos próximos compromissos. O primeiro neste domingo (26), contra o Cametá e o último contra o seu maior rival: o São Raimundo, pela última rodada. Ambos os jogos serão no estádio Colosso do Tapajós. 
Pois bem. O São Francisco precisaria vencer essas duas partidas para somar dez pontos e torcer por uma série de combinações de seus adversários diretos na luta contra o rebaixamento. 
Sepultado o sonho da torcida do Leão Santareno
Mas nem vai mais preciso fazer tantos cálculos assim. O Castanhal facilitou a vida dos matemáticos azulinos e enterrou toda e qualquer possibilidade de o time de Santarém se manter na primeira divisão do estadual ao vencer neste sábado o Paragominas pelo placar de 1 a 0, em jogo válido pela 9ª rodada. 
O Leão cai abraçado com o Pinheirense que foi derrotado pelo Águia de Marabá, também neste sábado, por 2 a 0.

Agentes penitenciarios sãos presos por policiais militares

Os bagulhos que seriam entregue pelos agentes 
Os agentes prisionais Rafael Efigênio Rocha e Abraão Neto, lotados no Centro de Recuperação Agrícola ‘Silvio Hall de Moura’, em Cucurunã, em Santarém, no oeste do Pará, presos no início da tarde deste sábado (25), suspeitos de facilitar a entrada de aparelhos celulares e outros materiais naquela casa penal, responderão a processo em liberdade.
Se forem condenados, eles podem pegar de três meses a um ano de prisão, já que se trata de um crime de baixo potencial, segundo o delegado Tiago Rebelo, da Polícia Civil.
Um inquérito policial foi instaurado para apurar se existe o envolvimento de outros agentes com detentos para facilitar a entrada de celulares, drogas, bebidas, dinheiro e equipamentos eletrônicos.
Os dois agentes, segundo a polícia, prestavam favores para presos e recebiam dinheiro em troca.
Com os dois agentes também foram encontrados um radio de transmissão da polícia. 
Uma mulher estaria envolvido no caso.
Os dois agentes devem responder inquérito administrativo.
O delegado Thiago explicou que a lei é muito frágil, e que casos como esse deveria ser conbatido. Os polícias militares garantiram que um dos agentes confessou que iria entrar com os objetos para dentro do presídio. 
A Superintendência do Sistema Penal do Estado do Pará (Susipe) ainda não se manifestou sobre o caso.

sexta-feira, 24 de março de 2017

Prefeito Nélio Aguiar assina decreto que visa acaba com nepotismo na prefeitura de Santarém

“O decreto terá vigor logo após a publicação no Diário, depois O decreto terá prazo de 90 para ser adequada na administração”.
Nélio assina decreto que visa acabar com o Nepotismo na PMS
O prefeito do Município de Santarém, Nélio Aguiar(DEM), assinou nesta quinta-feira, 23 de março, decreto que visa a vedação do nepotismo no âmbito dos órgãos e entidade da administração pública municipal direta e indireta.
Nélio Aguiar sai na frente de muitos administradores da região, que até o momento não respeitaram a lei que reger o princípio da moralidade, legalidade e da igualdade. Muitos deles, usando a administração pública como cabide de emprego para familiares e parentes, colocando inclusive em cargos de confiança.  
Em Santarém, o nepotismo tem sido manchete de denúncias dos meios de comunicação, principalmente aos ligados a vereadores e secretários municipais. 

quinta-feira, 23 de março de 2017

CHAPADINHA QUER AGILIDADE NA APLICAÇÃO DE RECURSOS PROVENIENTES DE EMENDAS

O deputado federal Francisco Chapadinha (PTN-PA) está em Belém em busca de recursos para atender as diversas demandas solicitadas pelos municípios, principalmente da região oeste do Pará.
Na manhã desta quinta-feira (23), o deputado reuniu com a diretora administrativa da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), Elci Almeida, para tratar sobre as Emendas aprovadas por ele, para a construção de quadras poliesportivas nos municípios de Mojui dos campos, Oriximina, Itaituba, Alenquer e Uruará, que já estão com recursos alocados no governo do Estado.

Falsa cadeirante é presa se passando por Paralítica



O carro de Som abordado pela Polícia, e dentro a falsa cadeirante
Os atos de BANDIDAGEM não têm mais limites. Onde você anda é comum você se deparar com um carro de SOM, e dentro dele uma pessoa pedindo ajuda, pois é, só que em em Araguatins, Estado de Tocantins, a Polícia FEZ UM GANDE MILAGRE, curou a enfermidade de uma falsa cadeirante, após abordar um carro de SOM.
Um golpe que não deu mais certo.
Veja o trio presa pela Polícia
 

BOMBADO preso pela polícia ostentava fruto de roubos nas redes sociais


Bombado após os assaltos Ostentava o fruto da\ação nas redes sociais
O elemento conhecido no submundo do crime como BOMBADO, que recentemente saiu do presidio de Cucurunã, e estava na condicional, acaba de voltar ao casarão dos bandidos.
BOMBADO voltou a ser preso pelos homens da lei, acusado de estar aterrorizando os bairros de Santarém, com assaltos.
BOMBADO foi pego pela população do bairro do aeroporto velho, e levou uma surra após as praticas dos delitos.
BOMBADO chegou a audácia de ostentar nas redes sociais dinheiro, resultados da pratica do crime.
As fotos foram colocadas pelo Blogueiro JK nas redes sociais.

Carro do Blogueiro Jeso Carneiro é vandalizado em Santarém

Carro do jornalista foi vandalizado, essa é a segunda vez que Jeso é alvo dessas ações criminosas
Na madrugada dessa quinta-feira, o jornalista e blogueiro Jeso Carneiro com atuação em Santarém, foi alvo de mais um crime.
Seu carro de marca Hyundai foi vandalizado por elementos que jogaram certa quantidade de tinta óleo, causando prejuízo de cerca de 5 mil reais.
O carro se encontrava na garagem da residência do jornalista. 
Hoje pela manhã, o blogueiro explicou que várias circuito de câmeras de seguranças ao redor de sua residenciais estão sendo analisadas na tentativa de descobrir os autores.
Jeso na mira de seus inimigos
Em 2008, Jeso foi alvo de um outro crime, elementos atearam fogo em parte de sua residências. Na época, o fogo chamou a atenção dos vizinhos que alertaram o blogueiro.
Até hoje, se passados 9 anos, a policia não esclareceu o caso.
Três delegados faziam parte do inquérito policial.  
O blogueiros Jeso carneiro tem feitos várias matérias denunciando o nepotismo, principalmente nas prefeituras da região.       

quarta-feira, 22 de março de 2017

Prefeitura de Placas e TJ firmam convênio para modernização da Justiça

Raquel Brandão e Ricardo Nunes assinaram o convênio

O TJ (Tribunal de Justiça) do Pará e a Prefeitura de Placas, no oeste do Pará, firmaram convênio de cooperação técnica com vigência de 3 anos.
Pelo acordo, oficializado no último dia 14, a prefeita Raquel Brandão (PSDB) fará a cessão de servidores municipais, para “ações conjuntas voltadas para o desenvolvimento das atividades necessárias à modernização da Justiça no Pará”.
Ricardo Nunes, desembargador-presidente do TJ, avalizou a parceria.
Por Jeso Carneiro.

Alberto Campos anulou Portaria do diretor tesoureiro Robério d`Oliveira na OAB



Um mero ato burocrático, de demissão da chefe do setor de arrecadação, ensejou reação desproporcional do diretor tesoureiro da OAB-PA, Robério Abdon d’Oliveira. 
Alegando que a demissão, com a qual não concorda e sobre a qual nem fora ouvido, causa “graves prejuízos à continuidade do bom desempenho da arrecadação da OAB-PA”, ele baixou hoje a Portaria 003/2017, suspendendo todos os pagamentos da entidade e nomeando para o setor de Arrecadação e Finanças o vice-presidente da Caixa de Assistência, Denis Serruya e os conselheiros Victor Lima, Sávio Barreto e Wesley Loureiro. A gravíssima medida – vejam só – chamada de Plano de Emergência, foi instituída sem prazo de duração, e, conforme o artigo 2º da portaria, “terá a duração necessária até o reequilíbrio administrativo do setor de Arrecadação da OAB-PA”.
Alberto Campos de imediato anulou a infeliz portaria do diretor tesoureiro, através da Portaria 169/2017, que determinou à Comissão de Orçamento e Contas que fiscalize o setor de cobranças e instaurou processo ético-disciplinar para apurar a conduta de Robério D’Oliveira, por suposta violação ao Código de Ética e Disciplina, como vocês podem ler na íntegra abaixo.
Tal providência do diretor tesoureiro e sua justificativa formal estão em total desacordo com a nota de esclarecimento divulgada pelo próprio Robério d’Oliveira à comunidade jurídica. Nela, Robério sustenta que “a arrecadação cresceu em plena crise econômica e financeira em 3,18%, o que representa um valor de R$9.792.560,10. E isso graças a uma melhor eficiência na arrecadação, que em relação ao orçamento, foi de 84,31% para o exercício de 2016, contra o desempenho de 75,74% em 2015, o que equivale a um crescimento de 11,32%.”
É de clareza solar que a primeira Portaria, na verdade, não passa de retaliação pela demissão de uma pessoa da confiança do diretor tesoureiro e mais um incidente na altercação sistemática entre dois grupos rivais. É claro que, até por uma questão de ética e boa educação, Robério deveria ter sido ouvido e o primeiro a saber. Contudo, o que deveria ser apenas uma questão interna administrativa acabou se tornando um problema para os milhares de advogados inscritos na OAB-PA e para a sociedade paraense em geral, que sofreria as consequências, já que, obviamente, com os pagamentos suspensos todos os serviços também o seriam, aí incluídos consultas médicas e odontológicas, tratamentos e cirurgias, cursos, publicações e tantos outros, além da prestação de serviços à população em geral.
A OAB-PA está sob ataque. O ex-presidente da entidade e atual conselheiro federal Jarbas Vasconcelos, que apoiou o atual presidente da Seccional, Alberto Campos, não se conforma por o atual mandatário não se submeter às suas vontades. Jarbas investiu na chapa, em 2015, planejando outros voos eleitorais e quer fazer da Ordem dos Advogados seu feudo. Para tanto, aparelhou o Conselho com membros que atuam em seu próprio escritório e até a sua esposa. Contrariando as expectativas de poder de seu antecessor, Alberto Campos e seu grupo adotaram postura de autonomia. Desde o ano passado, então, começou uma queda-de-braço com episódios lamentáveis, que lançam lama à vetusta agremiação – criada pelo Instituto dos Advogados do Pará no dia 5 de outubro de 1932, em uma das salas da antiga Faculdade de Direito do Pará (o Velho Casarão do Largo da Trindade, hoje sede da OAB-PA) – e atingem a instituição como um todo, em prejuízo de suas nobres atribuições e ao papel histórico que lhe é reservado inclusive pela Constituição.
Fonte: Franssinete Florenzano

Desenbagadora libera Instação de Belo Sun com algumas restricões

Área de administração da Belo Sun na região(foto Mauricio Junior)  
"Célia Regina de Lima Pinheiro determinou a mineradora está apta para a instalação do empreendimento na área destinada, condicionando a exploração quando for concluído a desafetação das famílias da região a ser explorada".
O Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJPA), através da desembargadora Célia Regina de Lima Pinheiro, determinou nesta terça-feira (21) que a empresa mineradora Belo Sun está proibida de iniciar a exploração do Projeto Volta Grande do Xingu, localizado no município de Senador José Porfírio, no sudeste do Pará, até enquanto não houver a regular retirada das famílias moradoras da área de incidência do referido projeto minerário.
A decisão da desembargadora também afetou a suspenção da Licença de Instalação do empreendimento por 180 dias deferido pelo juiz Álvaro José da Silva Sousa, da Vara Agrária de Altamira.
Célia Regina de Lima Pinheiro determinou a mineradora está apta para a instalação do empreendimento na área destinada, condicionando a exploração quando for concluído a desafetação das famílias da região a ser explorada.
Polêmica
O projeto da mineradora Belo Sun é polêmico. Especialistas acreditam que ele pode causar danos irreparáveis ao meio ambiente.
Segundo o governo do Pará, foram três anos de análises para a liberação desta licença. A expectativa é que o projeto gere 2.100 empregos diretos na fase de implantação, e 526 na fase de operação.
Ao longo dos 12 anos, a empresa deve pagar mais de R$ 60 milhões em royalties de mineração para o estado - quase R$ 5 milhões por ano. O valor pago em impostos deve ser ainda maior: cerca de R$ 130 milhões para o país, estado e município durante o período de instalação, e depois R$ 55 milhões por ano.
Condições para a licença
Uma das exigências para a emissão da licença foi que a economia paraense fosse beneficiada pelo projeto, por isso a produção de ouro no Xingu deve ser realizada no estado. A empresa se comprometeu a instalar uma refinaria, verticalizando a produção.
Tentamos localizar o perfeito do Município, Dirceu Biacardi, para falar sobre a decisão da desembargadora, porém, não conseguimos. A informação é de que estaria em Brasilia.
Por telefone, a assessoria de comunicação disse que a administração vem acompanhando, através de sua assessoria jurídica as decisões judicias, assim como está dando prioridade em acompanhar, o diz direitos das pessoas que vive na região.
A assessoria também alega os problemas acumulados por gestores anteriores, o que tem causado transtornos a atual administração, principalmente no que diz respeito o abandono da região da ressaca.
Comunidade da Ressaca alvo da Instalação da Belo Sun, abandonada pelo governos Municipal, Estadual e Federal