segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Atacante santareno que precisa de R$ 1 milhão para tratamento contra leucemia nos EUA pede ajuda de Neymar e CBF

Com leucemia e sem cura possível no Brasil, o jogador santareno ex-Guarani faz apelo pela vida.
Atacante Silas, de 30 anos, precisa de tratamento nos Estados Unidos para sobreviver. Sem dinheiro para o procedimento, ele pede ajuda e revela até tentativa por Neymar.
VÍDEO: SILAS BRINDEIRO EM AÇÃO
O ex-Guarani, o atacante Silas Brindeiro luta pela maior virada de sua vida. O jogador de 30 anos, que fez fama como goleador no interior de São Paulo, batalha contra a leucemia e passa por momento crítico. 
Silas com a camisa do Guarani 2014
A doença surgiu pela primeira vez em dezembro de 2014 e foi diagnosticada como vencida em junho de 2016, após tratamento com quimioterapia. Porém, a leucemia voltou a atacar Silas em dezembro do ano passado, e a doença retornou mais forte. Na semana passada, o atleta recebeu a informação de que não há mais cura para sua leucemia no Brasil, por nenhum tipo de quimioterapia. A única solução é um tratamento que só existe em dois hospitais nos Estados Unidos e custa 300 mil dólares, R$ 925 mil na cotação atual. Sem condição de pagar o tratamento e correndo contra o tempo pela sobrevivência, Silas decidiu pedir ajuda pela verba publicamente. Em entrevista ao LANCE! , ele abriu o coração e fez apelos.
Silas atuando pelo Brasiliense em 2012
Silas Brindeiro: fé durante sua recuperação (Foto: Arquivo pessoal)
Desde que a leucemia voltou, no fim do ano passado, Silas esteve internado por quase todo o tempo no hospital Santa Helena, em Brasília (DF), para a realização de quimioterapia. No domingo passado, em um dos raros períodos fora do hospital, o jogador sentiu fortes dores no corpo e precisou ser internado novamente. A quimioterapia, feita de forma rápida, evita que a leucemia se espalhe pelo corpo de Silas, porém o tratamento não consegue mais combater as células já doentes. Somente o tratamento nos Estados Unidos é capaz de zerar as células doentes - e não se sabe até quando a quimioterapia feita no Brasil será capaz de impedir a expansão da leucemia. 
Silas pelo Capivariano em 2011
O caminho para a cura é zerar as células doentes nos Estados Unidos, em tratamento que dura entre seis e oito meses, e voltar ao Brasil para transplante de medula óssea. Silas entrou na fila para receber doação em fevereiro de 2015 e, após angustiante espera, conseguiu um doador no mês passado (se tivesse conseguido quando venceu a doença na primeira vez, a chance de reincidência seria quase zero). A estrada para Silas é longa, mas ele não perde a esperança.
A situação de Silas tem gerado forte mobilização entre os jogadores de futebol. Nomes como Alex, ex-Palmeiras e Cruzeiro, e Tulio de Melo, da Chapecoense, já publicaram postagens nas redes sociais incentivando doações. Silas revelou que seu médico tentou contato com Neymar, mas não obteve sucesso. 
Silas pelo Náutico 
- Hoje só consigo viver para sustentar meu plano de saúde e medicações, não tenho contrato com nenhum clube. Sou beneficiário do INSS e minha esposa trabalha na área administrativa de outro hospital aqui em Brasília. Nossa renda é pequena, por isso estou pedindo ajuda. Meu médico tentou até o contato do Neymar, mas ele não tem tanta influência no meio esportivo. 
Chegar no Neymar é tão distante... Ele nunca me viu na vida. Tenho vergonha em chamá-lo nas redes sociais. Não quero ficar chamando a atenção, ser mal interpretado. Meu caso é de vida ou morte, e ficar mal falado seria algo triste - destacou Silas.
Silas descobriu a leucemia no começo da pré-temporada para 2015, quando estava no Capivariano (SP). Ao desconfiar de cansaço em excesso, o jogador fez exames e encontrou a doença. Depois de superar a doença pela primeira vez, o atacante paraense acertou com a Penapolense (SP) na metade do ano passado e disputou a Copa Paulista. A volta da leucemia foi durante as férias, em Brasília, terra natal de sua esposa: 
- Quando dá a crise é uma dor horrível. É uma crise óssea. Dói a coluna, os joelhos, não consigo ficar de pé. Quando acontece, é ir para o hospital e dar entrada na emergência com quimioterapia, para evitar a progressão da doença, e remédios contra a dor. Não tem previsão de alta. Às vezes fico um mês aqui, depois vou para casa, depois volto... Tenho 7% de blastos no sangue (presença de mais de 20% de blastos no sangue é diagnóstico de leucemia aguda), não é um quadro perdido, mas ele não regride mais. Torço para que não aumente.
Apesar do quadro complicado, Silas ainda deseja voltar ao futebol profissional.
Silas pelo Grasshopper da Suiça
 
- Sonho muito com minha volta ao futebol. Ano passado consegui voltar, mas infelizmente não tinha a medula para fazer o transplante. Retornar aos campos é meu objetivo sim, até porque não tenho outra ocupação. É do futebol que tiro meu sustento. Moro de aluguel, tenho uma vida simples. Preciso voltar a jogar porque gosto e porque é necessário - comentou Silas, fazendo uma confissão: 
Silas luta pela vida
- Quando estou dormindo, o que mais acontece é eu sonhar que estou jogando. Vem um lance ou outro na cabeça, me bate uma coisa boa. Quando acordo, vejo meus vídeos, fico relembrando de tudo que já fiz. Ainda tenho fé que vou ficar bem, que vou voltar aos gramados. Isso ninguém me tira. 
Dados para doação/depósito
Agência: 1227-0
Conta poupança: 58395-2 
Banco do Brasil 
Silas dos Santos Brindeiro
CPF: 990.148.072-87
Blog do Xarope via Site Terra

Ministério Público denuncia 28 pessoas relacionadas à Operação Perfuga

O Ministério Público do Estado, em Santarém, ofereceu denúncia contra 28 pessoas investigadas na operação Perfuga, que revelou uma rede criminosa comandada pelo vereador Reginaldo da Rocha Campos, que está preso preventivamente. ]A denúncia revela crimes praticados em associação criminosa por agentes públicos na Secretaria de Estado de Saúde (Regulação), e da Câmara de Vereadores de Santarém entre o período de 2015 a 2016.
A denúncia foi oferecida na sexta-feira (25) por titulares da 2ª promotoria de Justiça Criminal, 8ª e 9ª promotorias (Direitos Constitucionais e Patrimônio Público), ao juízo da 2ª Vara Criminal de Santarém. As condutas dos réus foram individualizadas e o papel de cada um no esquema criminoso relatados na denúncia, que aponta crimes de: peculato, falsidade ideológica, inserção de dados falsos em sistema, atentado contra a segurança de serviços de utilidade pública, corrupção privilegiada, corrupção passiva, corrupção ativa e condescendência criminosa.
Pela complexidade dos fatos apurados, além de propósitos restritos a algumas pessoas que não ingressavam no conhecimento de outras – mas que tem o denunciado Reginaldo Campos como elo, o MPPA organizou a denúncia por núcleos, um ligado ao Setor de Regulação da Sespa e outro na Câmara Municipal. Duas associações criminosas foram descritas. A denúncia apresentada trata dos ilícitos referentes ao serviço de regulação da Sespa e no desvio do recurso público nas contratações de “servidores fantasmas”.
A primeira associação criminosa é formada pelo vereador Reginaldo da Rocha Campos – no comando – e Sarah Campinas dos Santos Oliveira, além de servidores públicos lotados no Setor de Regulação da Secretaria de Estado de Saúde do Pará/Sespa, relacionados a crimes decorrentes de marcações irregulares de consultas e exames. A configuração desse esquema materializou-se na medida em que o parlamentar, com a cooperação desses servidores, favoreceu terceiros em troca de suporte político-partidário, burlando a ordem cronológica da fila, consequentemente passando à frente de outros pacientes.
Atuavam para burlar o sistema de regulação do SUS os seguintes denunciados: vereador Reginaldo da Rocha Campos, Sarah Campinas dos Santos de Oliveira, Maria do Socorro Souza de Moura e Raquel da Costa Pinto, em atividade coordenada com os servidores do 9° Centro Regional de Saúde da Sespa, Leonardo Oliveira de Aguiar, Patricia Norma Silva, Mary Glaucy Brito Chianca Neves, Mara Cristiany Rodrigues Spinola, Andreza Cristina Ribeiro Dias, Iana Socorro Benzaquem Guilherme, Ismael da Rocha Silva e Roseane Francisca Maciel Ferreira.
A denúncia aponta que “a atuação dos dois núcleos da associação tinha a clara intenção de atentar contra o funcionamento de serviço de utilidade pública, qual seja o Sistema de Regulação do SUS, de responsabilidade do 9° Centro Regional de Saúde”. Reginaldo Campos, com a colaboração de aliados políticos e de suas assessoras Maria do Socorro e Raquel da Costa Pinto recebia habitualmente pedidos e demandas de terceiros para o agendamento de consultas e exames na rede pública de saúde do SUS. O vereador atendia às solicitações determinando que Sarah, funcionária da Sespa e elo de comunicação entre os Núcleos “A” e “B”, promovesse irregularmente as marcações junto ao 9ºCRS.
Os demais, valendo-se da condição privilegiada de servidores públicos, inseriam dados falsos no Sistema de Regulação do SUS, facilitando para que terceiros conseguissem passar à frente de outros pacientes em procedimentos diversos. Veja o organograma da associação criminosa:


A segunda associação criminosa atuava na Câmara dos Vereadores de Santarém, comandada por Reginaldo da Rocha Campos, com envolvimento de servidores, com desvio de recuso do erário para contratações de servidores sem prestação de serviço público, além de ficar com parte dos salários de assessores.

De acordo com o organograma abaixo, Reginaldo Campos, com uso de recurso público oriundo da Câmara de Vereadores, realizou contratações de servidores sem que estes prestassem serviços públicos na Casa Legislativa, muito embora recebessem salários correspondentes. Em algumas situações, repassavam parte destes vencimentos ao parlamenta.


O MP ressalta que todas as ações foram feitas com objetivo de desvio de recurso público em pagamento de salários de servidores “fantasmas”, e para conferir lisura a documentos oficiais que, no entanto, possuíam conteúdos falsos, além de beneficiar financeiramente Reginaldo Campos, com retorno a si de parte dos salários de servidores comissionados.

A denúncia conclui que “todos os denunciados relacionados ao núcleo e seus respectivos eixos concernentes ao desvio do recurso público na contratação de “servidores fantasmas”, e crimes consequentes, falsidade ideológica e associação criminosa, além daqueles envolvidos na marcação de consultas/exames, em burla à fila de espera, e em benefício de pessoas determinadas, estarão enquadrados em coautoria por possuírem pleno domínio do fato e exercerem tarefa fundamental para o sucesso da ação criminosa”. De acordo com o MP, Reginaldo Campos, “centro do esquema e principal ator neste cenário ilícito, somente perpetrou os crimes em razão de ter contado com as ações dos demais denunciados”.

Aponta o Ministério Público que houve evolução patrimonial incompatível por parte do denunciado Reginaldo da Rocha Campos, tendo por base a declaração feita perante a Justiça Eleitoral e o salário de policial militar da reserva.

O MP solicitou que o magistrado fixe um valor mínimo para reparação dos danos causados pela infração. Em relação a Reginaldo da Rocha Campos, no valor de R$600 mil. E em relação aos demais, no valor individual de R$ 20 mil. O Ministério Público também ajuizará ação de improbidade administrativa com objetivo, além de outras medidas, de buscar o ressarcimento ao erário.
Veja aqui o nome de todos os denunciados e os respectivos crimes:
REGINALDO DA ROCHA CAMPOS (PRESO PREVENTIVO)
SARAH CAMPINAS DOS SANTOS DE OLIVEIRA (PRESO PREVENTIVO)
PATRICIA NORMA SILVA COSTA
LEONARDO OLIVEIRA DE AGUIAR
MARY GLAUCY BRITO CHIANCA NEVES
MARA CRISTIANY RODRIGUES SPINOLA
ANDREZA CRISTINA RIBEIRO DIAS
IANA SOCORRO BENZAQUEM GUILHERME
ISMAEL DA ROCHA SILVA
ROSEANE FRANCISCA MACIEL FERREIRA
ESEQUIEL AQUINO DE AZEVEDO
WILSON LUIZ GONCALVES LISBOA
RAQUEL DA COSTA PINTO
MARIA DO SOCORRO SOUZA DE MOURA
SAMUEL DA CONCEICAO FERNANDES
ANDREW OLIVEIRA DA SILVA
ARDILENE CUNHA LISBOA
JAQUELINE PEDROSO DE ALMEIDA
JOAO GONZAGA PINTO DE ALMEIDA
PEDRO VALDINEI SANTOS DA CUNHA
MARIO FRANCISCO FIALHO CABRAL
VANIA LUCIA FIALHO CABRAL
ESTER VINENTE SILVA
ELI DA CRUZ SILVA
ELAINE VITOR DO AMARAL
JOSE CARLOS LIMA LOPES
ALCIMAR REIS GOMES
ALEXANDRE NASCIMENTO LOPES
Lila Bemerguy/MPE

domingo, 27 de agosto de 2017

Barco rebocador vira durante ventania em Alenquer, e tripulantes são resgatados

A embarcação estava prestes a atracar quando foi atingida por ventos fortes.
O rebocador de uma balsa carregada com combustível virou na madrugada deste domingo (27), no rio Surubiú, afluente do rio Amazonas, em Alenquer, no oeste do Pará. Segundo informações, a embarcação estava prestes a atracar quando foi atingida por ventos fortes. Os três tripulantes que estavam a bordo ficaram à deriva e conseguiram se salvar.
Ainda segundo as informações, donos de embarcações e pescadores da região prestaram ajuda aos tripulantes e iniciaram uma força tarefa para evitar que o rebocador afundasse. O rebocador transporta óleo diesel na balsa para abastecer uma usina termoelétrica da cidade. Uma equipe da Capitania Fluvial de Santarém seguiu para Alenquer e deve apurar o caso.
Por Adonias Silva 

Ex-presidiário é executado com 5 tiros na Orla de Altamira

Wesley recebeu 5 tiros sem piedade na Orla de Altamira, a Capital da Violência no Brasil
Wesley Alves Morais de 27 anos, foi assassinado com cinco tiros a queima roupa no início da tarde desse Domingo 27, por volta das 14 horas. O crime aconteceu na Orla da cidade de Altamira, no sudoeste do Pará. Ele caiu ainda na área de um estabelecimento comercial.
Ele já tinha passagem pela polícia, e teria sido acertos de contas
O criminoso estava a pé, mas a polícia acredita que o autor do homicídio contava com um comparsa. Tudo indica que o crime foi uma execução, devido as características.
Wesley já tinha várias passagens pela delegacia, e tinha saído a menos de um mês do centro de recuperação de Altamira. Ele também estava com uma faca na cintura no momento em que foi morto.
Por Gleyson Araujo 

Polícia prende bandidos de Uruará praticando assalto a posto de gasolina em Placas

Os dois elementos presos em Placas
Os suspeitos, Joilson Oliveira de Sousa, 24 anos, e Arivonei Cruz Pereira, 25 anos, disseram que são residentes no município de Uruará. Ambos devem ficar a disposição da justiça. Dois indivíduos, foram presos na cidade de Placas, na manhã deste sábado, 26, após assalto a um posto de gasolina.
Segundo informou da Polícia Militar, por volta das 10:30 horas, a guarnição foi acionada pelo frentista de um posto de combustível na cidade de Placas, relatando que o local teria sido assaltado por dois indivíduos, de capacetes preto, altos e magros, armados com um revólver e utilizando uma motocicleta Bros de cor preta, sem placa. Ainda segundo relatos do frentista, os indivíduos teriam subtraído do local, uma certa quantia em dinheiro. Após o assalto, os mesmos teriam fugido tomando como direção, a cidade de Uruará, pela rodovia Transamazônica (BR-230).
A moto usado pela dupla
A GU de serviço com o subtenente Castro, cabo Jean e soldado Rosivaldo, sob o comando do major PM Márcio Abud, saíram em diligência pela BR-230, e a cerca de 30 km do centro urbano da cidade de Placas, os dois suspeitos foram avistados, alcançados e abordados. Ainda em movimento, um dos indivíduos tentou se desfazer da arma de fogo, um revolver que foi apreendido na abordagem. Os policiais militares ainda conseguiram localizar com os suspeitos certa quantia em dinheiro podendo ser produto do crime.
Posteriormente os dois indivíduos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Placas, para os procedimentos, onde foram reconhecidos pela vítima juntamente com a arma utilizada no crime.

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Empresário julgado inocente por assassinato de advogado é executado em Itaituba

O Comerciante Albenor Moura foi acusado de morte de advogado de cooperativa de garimpeiros, julgado e inocentado em 2017.
Albenor Moura foi assassinado nesta quinta-feira (24) em Itaituba, no sudeste do Pará. Moura era proprietário de um posto de combustíveis na cidade e, de acordo com testemunhas, foi morto a tiros no estabelecimento.
Segundo a Polícia, o empresário foi atingido na cabeça. Testemunhas informaram à Polícia que dois homem chegarem de moto, um deles desceu e atirou na vítima.
Um inquérito policial deve investigar o caso. As imagens de câmeras de segurança do local do crime estão sendo usadas para identificar os autores do crime.
Em maio de 2017, ele havia sido julgado e absolvido de uma acusação de homicídio duplamente qualificado no caso da morte do advogado Raimundo Messias de Oliveira, da cooperativa de garimpeiros da Mineração Ouro Roxo.
Messias foi assassinado em 27 de setembro de 2003 e teve o corpo encontrado quase dois meses depois, em 15 de novembro, em um poço desativado localizado dentro de um posto de combustíveis de propriedade de Albernor Moura.

Acusados de participação na morte de advogado em Itaituba foram julgados, em Belém em 2017. Moura foi absolvido. 

Grupo é preso suspeito de saquear malas de vítimas de naufrágio, no Rio Xingu

Três homens foram presos nesta quinta-feira (24) suspeitos de saquear o navio Capitão Ribeiro, que naufragou na última terça-feira em Porto de Moz, no Rio Xingu, no oeste no Pará. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado (Segup), os suspeitos estariam levando objetos e malas das vítimas do naufrágio. O trio está detido na Delegacia de Porto de Moz.
Até a tarde desta quinta, tinham sido encontrados 21 corpos de vítimas do naufrágio, e 23 sobreviventes tinham sido resgatados.
O navio Capitão Ribeiro saiu do município de Santarém às 18h de segunda, de acordo com a Segup. As informações iniciais diziam que 70 pessoas estavam a bordo, mas o dono do barco disse que o navio transportava 48 pessoas. O governo trabalha com o número de 49 pessoas a bordo.
De acordo com a Agência Estadual de Regulação e Controle de Serviços Públicos (Arcon-PA), a empresa não estava legalizada para fazer o transporte de passageiros.

Centro de Perícias libera os corpos de nove vítimas do naufrágio no rio Xingu

A equipe do Centro de Perícias Científicas “Renato Chaves” liberou os corpos das nove vítimas já identificadas do naufrágio da embarcação “Capitão Ribeiro”, ocorrido na noite de terça-feira (21), no rio Xingu, entre as cidades de Porto de Moz e Senador José Porfírio, no sudoeste paraense. Por volta das 21h30, os corpos foram liberados aos familiares.

Buscas pelos corpos no Rio Xingu continuam

A equipe do Centro de Perícias Científicas “Renato Chaves” liberou os corpos das nove vítimas já identificadas do naufrágio da embarcação “Capitão Ribeiro”, ocorrido na noite de terça-feira (21), no rio Xingu, entre as cidades de Porto de Moz e Senador José Porfírio, no sudoeste paraense. Por volta das 21h30, os corpos foram liberados aos familiares.
O Corpo de Bombeiros e Defesa Civil estadual coordenam as ações de busca, salvamento e atendimento social da sede da Câmara Municipal de Porto de Moz, onde foi instalado um gabinete de crise com a presença das forças de segurança estaduais, poder executivo municipal e demais órgãos envolvidos na operação de resgate às vítimas do naufrágio da embarcação, que saiu de Santarém e tinha como destino final Vitória do Xingu.

TROMBA D´ÁGUA TERIA ATINGIDO EMBARCAÇÃO NO RIO XINGU


Imagem relacionada
A embarcação teria sido  atingida por uma tromba d’água – fenômeno similar a um tornado.
A Polícia Civil já ouviu integrantes da tripulação e sobreviventes. O dono da embarcação foi ouvido e informou que 48 pessoas, entre tripulação e passageiros, estavam a bordo. De acordo com o delegado de Porto de Moz, Elcio de Deus, que a embarcação foi atingida por uma tromba d’água – fenômeno similar a um tornado.
“A tripulação disse ter visto, no horizonte, algo com o formato de um funil, acompanhado de muita chuva e vento forte, e que teria pego o barco pela afundado. 
De acordo com os relatos a embarcação girou e afundou em seguida”, informou o delegado. 
A Polícia Civil deve solicitar informações à Agência de Regulação e Controle dos Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon) e à Capitania dos Portos sobre a autorização concedida ao dono da embarcação “Capitão Ribeiro”

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Embarcação que naufragou no Rio Xingu não estava legalizada

A embarcação “Capitão Ribeiro”, que naufragou na madrugada desta quarta-feira (23), não estava legalizada para fazer o transporte de passageiros, segundo informações da Agência Estadual de Regulação e Controle de Serviços Públicos (Arcon-PA).
A embarcação pertencente à empresa Almeida e Ribeiro Navegação Ltda. - “não estava legalizada para fazer o transporte de passageiros, por não se encontrar registrada na Arcon-PA, portanto a embarcação estava realizado o transporte clandestino de usuários”.
Ainda de acordo com o comunicado da agência, a empresa foi notificada pelos fiscais da Arcon durante uma operação realizada no dia 05 de junho de 2017 , “mas até o momento nenhum representante da empresa compareceu a essa Agência para se regularizar”, declara a Arcon.
“A diretoria de Arcon-PA aproveita o momento para reforçar o alerta aos usuários do transporte hidroviário no Estado do Pará que não utilizem dos serviços de transporte clandestino”, finaliza o texto encaminhado pela agência.
A embarcação com 70 passageiros naufragou, na madrugada desta quarta-feira (23), em uma área denominada Ponte Grande do Xingu, localizada entre os municípios Governador José Porfírio e Porto de Moz, deixando sete mortos e mais de 40 desaparecidos. Entre as vítimas fatais estão cinco adultos, uma adolescente de 15 anos e uma criança de apenas 1 ano.
O Corpo de Bombeiros Militar informou que, na manhã desta quarta-feira, 25 pessoas foram resgatadas com vida e cerca de 43 passageiros continuam desaparecidos. A principal suspeita é de que uma tempestade tenha provocado o naufrágio. O navio saiu de Santarém e seguia viagem para Vitória do Xingu, fazendo paradas nos município de Monte Alegre e Prainha.
Lista dos sobreviventes
Na tarde desta quarta (23), a defesa civil em Porto de Moz encaminhou os corpos das vítimas para o Ginásio Poliesportivo Chico Cruz, onde serão periciados pelo IML e apresentado às famílias para identificação.
A Defesa Civil também divulgou os nomes de 10 sobreviventes que foram identificados até o momento e que estão na cidade, outros que seguiram para Vitória do Xingu e Senador José Porfírio não foram mencionados na lista.
1 - Charles Medeiros da Silva 
2 - Alessandro Carvalho Souza 
3 – Antônio Neves Rodrigues 
4 – Carla Conceição de Souza 
5 – Daniela Borges da Silva 
6 – Dhemison Furtado Rodrigues 
7 – Edivan Felipe Peixoto 
8 – Kailison 
9 – Maria do Socorro Pinto Nonato 
10 – Rubilei Fonseca
Outros dois sobreviventes identificados por; Israel e Adalto moradores de Altamira também estão entre as pessoas que nadaram até a margem do rio.
Pelo menos 13 corpos foram resgatados do fundo do rio, uma equipe do IML faz o trabalho de necropsia e identificação dos corpos no Ginásio Chico Cruz em Porto de Moz.
Blog do Xarope Com informações de Felype Adms | Xingu 230 e Dol.

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Escuta telefônica da Perfuga: Reginaldo Campos e o sogro; ouça.

O site/blog Jeso Carneiro publica novo trecho de escuta telefônica, autorizada pela Justiça, no âmbito da operação Perfuga. Desta vez, entre Reginaldo Campos (PSC) e Mário Cabral, sogro do vereador e que ocupava o cargo de chefe de gabinete do parlamentar na Câmara de Santarém. Mário, segundo as investigações, não trabalhava. 
Apenas recebia o salário e o repassava ao presidente municipal do PSC. Neste link, visualize o organograma da organização criminosa, feito a partir de informações da Polícia Civil e Ministério Público do Pará. Ontem, 22, o site/blog Jeso Carneiro publicou o trecho da escuta telefonica entre Reginaldo e Andrwes Silva, chefe do Setor de RH da Câmara.
A conversa entre Reginaldo e seu sogro foi grampeada também no dia 21 de março deste ano. O vereador comunica a Mário Cabral que o dinheiro do salário já foram depositado, e que está precisando para pagar um cartão de crédito. Pede, então, ao sogro para passar com a mulher que chama de “Vani” para pegar o dela também. Ouça.
OPERAÇÃO PERFUGA A operação Perfuga foi deflagrada em Santarém no último dia 7 pela Polícia Civil e Ministério Público do Pará. Ela apura crimes de peculato, falsificação de documento público, corrupção e associação criminosa. Os suspeitos, entre os quais 3 advogados, tiveram prisão preventiva, temporária e coercitiva decretada pela Justiça. 
O chefe, conforme as investigações, seria o vereador Reginaldo Campos. O esquema teria causado prejuízos na ordem de 1 milhão de reais ao erário público.




segunda-feira, 21 de agosto de 2017

A PESQUISA, O PREFEITO, O JUIZ E O PROMOTOR

Donélio Silva da DOXA
O cenário é a cidade de Novo Progresso. Ano de 2008, eleição para prefeito e vereadores. Prefeito da cidade Tony do PT que tentava a reeleição. Sua principal adversária, a candidata do PSDB, Madalena Hoffman. A candidata nos contratou para realizar uma pesquisa para publicar. Pesquisadores de Santarém partiram para Novo Progresso. Pesquisa registrada junto ao TRE. Espera-se coleta de campo fechar. Tempo passa, tempo passa, aproxima-se data prevista para publicação. Tenta-se contato com pesquisadores, nada, nada, celulares fora de área. Mobiliza-se coordenação de Santarém, conhecidos, familiares dos pesquisadores, nada de notícias. Preocupação aumenta no escritório Belém e Santarém. Cliente começa a cobrar resultado. Como não conseguíamos encontrar nossos pesquisadores, mobilizei outra equipe de Itaituba que foi a Novo Progresso fazer novamente a pesquisa. Pesquisa pronta, resultado em mãos. Num certo dia da semana, por volta das 19hs, recebo um telefonema. Do outro lado da linha – “aqui é o prefeito Tony de Novo Progresso, vocês fazem pesquisa?”, respondi afirmativamente, ele continuou – “vocês estão fazendo uma pesquisa aqui em Novo Progresso pra publicar, mas o resultado está dando diferente de outras pesquisas que sempre estão me colocando na frente, até o IBOPE já fez duas pesquisas aqui, e só vocês estão colocando essa mulher na frente...” ai interrompi, “mas prefeito, como o senhor sabe do resultado se a pesquisa não foi publicada?” Ele continuou, “eu tenho sua pesquisa, está aqui comigo, estou com todos os questionários em mãos, descobri seus pesquisadores no hotel”. Retruquei “como o senhor conseguiu eu não sei, mas posso supor, o senhor deve ter corrompido meus pesquisadores, ameaçados... mas eles vão responder por seus atos porque eles assinaram um compromisso de confidencialidade, vão responder na delegacia”; ai o prefeito “não, não faça isso com os meninos...”. Pedi um tempo e ligaria mais tarde ao prefeito. Como demorei um pouco pra ligar, o Tony do PT volta a me ligar “como você não ligou, estou retornando, agora já estou aqui no fórum entregando a pesquisa ao promotor e ao juiz eleitoral para tomar as devidas providências contra a publicação da pesquisa”. Não demorou muito tempo, por volta das 21hs, outra ligação do prefixo 93, “aqui quem está falando é o promotor de Novo Progresso, vocês estão criando o maior rebuliço na cidade com o anúncio de publicação de uma pesquisa. Preciso tomar uma decisão e para isso quero algumas informações”. Todas as informações solicitadas foram passadas por fax. Depois o promotor me liga novamente, “seu Dornélio preciso dos questionários da nova pesquisa aqui comigo”, falei que era impossível, além do mais, disse “senhor promotor, como homem que cuida da Lei, o senhor sabe que existem procedimentos legais, tem prazos estabelecidos para eu entregar esses questionários”. Ele não se conteve “então vou mandar fazer uma diligência no seu escritório ai em Belém ainda hoje porque já mandei fazer aqui no hotel que você me disse que os pesquisadores ficaram pra verificar se, de fato, a pesquisa foi feita”. Falei, “doutor promotor, já são mais de 21hs., e o local onde a pesquisa é processada já está fechado”. Com seu ar arrogante me falou “bem, a decisão está em minhas mãos. Aqui numa sala está o prefeito, ali noutra sala os advogados, na outra o juiz.. esperando minha decisão. Tenho água, café.... portanto....”. Pediu-me outras informações na impossibilidade de mandar fazer a diligência. Fui dormir. No outro dia, o resultado pelo fax. Juiz havia proibido publicação da pesquisa, e foi mais além: proibiu realização de novas pesquisas no município. Pode!! 
Município de Novo Progresso
Resultado da eleição: Tony do PT perdeu, obtendo 36,8% dos votos; a candidata do PSDB, Madalena Hoffman foi a vitoriosa com 63,2%. Logo após a derrota nas urnas do prefeito, o promotor e o juiz tiveram que sair fugidos de Novo Progresso porque o prefeito os ameaçava como culpados por sua derrota.

Homem é executado a facadas após desentendimento na Orla de Itaituba

A violência no município de Itaituba continua em ritmo acelerado. Esse final de semana vários atos foram registrados. Um deles em plena Orla da cidade, quando um homem foi morto a facadas, após um desentendimento entre a vitima e o executor.
O crime aconteceu no final tarde deste domingo, (20), por volta das 18hs na orla da cidade, na Avenida Getúlio Vargas com a 13 de maio. A vitima foi identificada por; Lazaro Araújo Silva, de 31 anos de idade. 
Segundo informações a vitima teria tido um desentendimento com o acusado em uma embarcação que faz a linha da praia do Parnamirim para Itaituba. Quando o barco atracou no porto da cidade, o acusado teria se armado de uma faca, correu atrás da vitima e cometeu o crime. Após matar, o acusado ainda tentou fugir, mas foi detido por policial que se fazia presente as proximidades do acontecido.

Jovem morre em Capotamento na Santarém/Cuiabá próximo a Rurópolis

Informações da PRF em Santarém, precisamente pelo Inspetor Sidmar ao jornalista Elias Junior sobre um acidente que aconteceu na rodovia Santarém/Cuiabá na manhã de Sábado (19) nas proximidades da cidade de Rurópolis, precisamente no Km 826 da BR 163.
O capotamento envolvendo o Veículo Toyota Etios, placa QBC 7400, de cor prata, licenciado em Cuiabá-MT, guiado pelo nacional Robério Ferreira dos Santos (óbito no local) e tendo como passageiro o nacional José Henrique Silva Nascimento(lesões leves) ambos residentes na localidade de Divinópolis, distrito da cidade de Rurópolis.
Depois que foi comunicada sobre a ocorrência, uma Equipe da PRF compareceu ao local do acidente e de acordo com informações colhidas do passageiro senhor José Henrique, o veículo seguia sentido Rurópolis-Santarém em velocidade normal para a via e não houve envolvimento de outro veículo no acidente, porém não soube informar o qual de fato foi a causa da saída de pista do veículo. No local, obeservou-se poucas evidências da ocorrência do acidente, pois o veículo acidentado caiu em uma vala de cerca de 6 metros de altura, distante 65 metros da pista de rolamento.

 

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Lira Maia é condenado pela terceira vez; agora por desvios de 44 milhões do IPMS

Resultado de imagem para lira maia
LIRA MAIA JÁ PODE PEDI MUSICA AO FANTÁSTICO 
Em sentença de 9 páginas, proferida hoje, 16, pela juíza Karise Assad, da 6ª Vara Cível e Empresarial, o ex-prefeito e ‘dono’ do DEM em Santarém, o multiprocessado Lira Maia, foi condenado a devolver aos cofres públicos quase 44 milhões de reais – valor a ser atualizado com 1% ao mês, desde o início da tramitação do processo, há 10 anos.
O montante é referente ao total de recursos públicos desviados do extinto IPMS (Instituto de Previdência Municipal de Santarém) por Lira Maia durante o período de 30 de junho de 1999 a 30 de maio de 2003.. 
O ex-deputado federal foi prefeito de Santarém por 2 mandatos (1997–2004). “(…) restou comprovado o cometimento de ilegalidade e o prejuízo ao erário com a conduta bem definida, caracterizando, assim, ato de improbidade administrativa, porquanto o requerido [Lira Maia] descumpriu o regramento da Lei Municipal n° 17.764/2003, destinando de modo diverso verba previdenciária”, escreveu a juíza na sentença. “A conduta praticada pelo requerido [Lira Maia], além de causar prejuízo ao erário, também violou o princípio da legalidade em decorrência do desvio de finalidade na destinação do recurso do extinto Instituto de Previdência Municipal de Santarém (IPMS)”, destacou..
TRÊS CONDENAÇÕES POR CORRUPÇÃO
Essa é a terceira condenação de Lira Maia por ato de corrupção, todas relacionadas à gestão dele como prefeito. Na primeira, em fevereiro do ano passado, ele pegou 7 anos e 6 meses de prisão. Mas escapou devido a prescrição do caso. 
Na segunda, não houve escapatória. 
Além de ter que devolver cerca de 10 milhões de reais, desviados da área da Educação, via antigo Fundef, Lira Maia foi penalizado pela Justiça Federal com a suspensão de seus direitos políticos por 10 anos. Ele recorreu da decisão em Brasília, junto ao TRF1, Tribunal Regional Federal, 1ª Região. Também foram condenados nesse caso Francisco Araújo Lira, o Chiquinho, operador do esquema de corrupção, o ex-vereador Jerônimo Pinto e a ex-secretária municipal de Educação Maria José Marques, já falecida.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Tráfico de drogas pode ser o principal causador da onda de violência em Alter do Chão

Resultado de imagem para vila de alter do chãoReunião convocada pela prefeitura de Santarém discutiu providências urgentes para a vila balneária. Será solicitado apoio do governo do estado para o combate à violência 
Com a onda de violência que a vila balnearia de Alter do Chão, oeste do Pará, tem enfrentado nos últimos meses, a Prefeitura de Santarém convocou uma reunião com órgãos públicos e representantes da sociedade para esclarecer o que já foi feito e planejar medidas que garantam a harmonia tanto de moradores, quanto de turistas. O encontro ocorreu na tarde desta quarta-feira (16) nas dependências da Prefeitura, e segundo os presentes, o principal motivo da criminalidade na vila, é o tráfego de drogas.
Reunião convocada pela prefeitura de Santarém discutiu providencias urgentes para a vila balnearia Alter do Chão (Foto: Fábio Cadete/G1)O crescimento da vila, movimentada pelo turismo, contrasta com os números de crimes. Em 2017, a agência dos Correios foi assaltada por duas vezes, em menos de um mês. Pelo menos duas casas foram invadidas no mês de julho, e assaltos são narrados constantemente nas redes sociais. Além do tráfico de drogas, questões como iluminação pública, ações de vendedores ambulantes não legalizados, ausência de alguns órgãos de segurança pública também são os responsáveis pela estatística negativa da vila balneária.
O prefeito de Santarém, Nélio Aguiar afirma que mesmo não sendo responsabilidade do município, todos os órgãos necessitam estar alinhados para um combate eficaz. “Todos nós somos responsáveis pela segurança pública. Alter do Chão tem apresentado muitos problemas sociais nos últimos anos, acreditamos que isso se deu com a entrada de drogas. A reunião é justamente para saber a origem, juntar dados e traçar estratégias”, disse o prefeito.

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

“Negão” executa a facadas homem no garimpo do São Raimundo

O crime aconteceu na tarde do ultimo sábado, 12 de Agosto, no Garimpo São Raimundo, município de Itaituba, sudoeste do estado.
Segundo informações repassadas pelo Delegado José Dias Bezerra, a vitima; Nakaiã Alves Faustino foi morta de forma covarde por elemento identificado por “Negão”, que após um desentendimento entre as partes, se armou com um facão e desferiu um golpe violento na altura do pescoço da vitima, que não teve chance de defesa e morreu na hora, ele ainda tentou se defender com a mão, mas não conseguiu devido a violência do golpe. 

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Mulher enfia cobra Jibóia na vagina e quase morre em Açailândia

Quem trabalha na área da saúde, ou até mesmo tem algum amigo que seja médico ou enfermeiro, pode já ter ouvido, talvez até presenciado, casos no qual o paciente tenha utilizado objetos não convencionais para obter prazer sexual. Apesar de não ser tão comum, é uma prática que algumas pessoas adotam, sem antes mesmo de pensar nas consequências, que podem ser fatais, ou digamos que bem constrangedoras.
Nos últimos dias, diversos sites internacionais divulgaram imagens de uma maranhense que resolveu se arriscar em busca do prazer. A moça, que não teve seu nome divulgado, vive em Açailândia-MA e surpreendeu o mundo ao utilizar uma serpente (cobra jiboia) para saciar seus prazeres sexuais.
O mais chocante da história é que, para conseguir uma aparência próxima a do membro masculino, ela introduziu quase toda a serpente em suas partes.
Sem imaginar os problemas que esta aventura sexual poderia proporcionar, e focada em conseguir no animal a sensação de prazer na qual ela não conseguiu com nenhum outro parceiro, a jovem introduziu a cobra em seu corpo. A jiboia, que era muito grande, acabou presa em seu órgão sexual. Desesperada, ela recorreu a um hospital para socorrê-la.
A maranhense precisou ser operada para a retirada da serpente e um vídeo, que circula na web, mostra o pós-operatório, na qual a cobra aparece suja de sangue ao lado da jovem. De acordo com a imprensa internacional, ele teria sido gravado por profissionais do hospital onde a mulher foi atendida.
Ela continua internada, recebendo acompanhamento médico. Ainda não há previsão de alta e o hospital disse que ela não corre risco de morte.
Infelizmente, o fato,= que aconteceu nesta semana não é isolado. É comum encontrarmos na internet diversas notícias retratando o ocorrido com outras pessoas, que na hora de obter prazer são criativas e utilizam objetos inesperados.
Publicado por Charles Amorim 
Fonte: Romerio Carvalho

WLAD COSTA DIZ QUE NÃO TEME CONSELHO DE ÉTICA DA CAMARÁ

Deputado Wlad Costa com o jornalista Xaropinho do Povo
O deputado federal Wlad Costa esta a disposição pra responder a ação no Conselho de Ética da Câmara, a ação foi provocada junto ao partido pelo deputado Julio Delgado que e do Estado de Minas Gerais.
Wlad nestes quase 15 anos de Câmara, nunca teve seu nome envolvido na lista dos mais de 200 deputados no escândalo do sanguesuga, dos mais 250 no escândalo do mensalão, nos 179 deputados denunciados no STF no famoso escândalo da passagens, quando alguns deputados vendiam as milhas das passagens, Wlad nao foi citado nas listas da OAS ou da Odebrecht ou qualquer outra empreiteira e nao foi citado por nenhum delator e já foram ouvido mais de 100 delator.
Diferente do Wlad o deputado Julio Delgado foi taxativo e denunciado junto ao Juiz Sergio Moro por ter recebido 150 mil reais em propinas, dinheiro entregue em especie, dinheiro sujo de propina.
Julio Delgado e um antigo desafeto de Wlad, o federal do povão cobrou e foi pra cima do Mineirinho, Julio pegou 150 mil reais em especie e colocou no paleto e ate na cueca, Julio e um deputado que se julga honesto e fala que o advogado de Deus.
Julio responde a outro processo por improbidade, mais nem por isso foi pedido abertura no conselho de ética.
Wlad e profissional de comunicação a mais de 30 anos e ta com consciência tranquila, e que um grande debate politico com o deputado mineiro, cara a cara, caboclo do Pará não vai arregar, depois que tomar um açai, comer um tambaqui e tomar um banho na Ponta do Cururu em Santarém, vai voltar com a linguá afiada para o debate.
Nao vai ser um deputadozinho vagabundo, denunciado por delatores da Odebrechet que pegou dinheiro sujo.
O filho da nega Lucimar ta pronto pra guerra, pode vim forte que o Wlad Costa e do norte.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Agência dos Correios de Alter do Chão volta a ser assaltada

A insegurança está assustando a população santareno, com assaltos, assassinatos, tráfico de drogas e outros crimes.
Nos últimos dias Santarém foi alvo de vários assaltos, sendo que o alvo agora são os bancos e outros órgãos que arrecadam dinheiro.
Na tarde desta quarta-feira (09), dois homens em uma moto Broz vermelha, invadiram a agência dos Correios em Alter do Chão e anunciaram um assalto. Clientes que estavam na fila tiveram celulares, dinheiro, relógios, jóias e outros objetos roubados. Pessoas que estavam na agência informaram que os assaltantes deram vários tiros, mas não sabemos se tem alguém ferido. Ninguém soube informar se os assaltantes roubaram dinheiro da agência.

Nepotismo: Sogro de vereador Reginaldo Campos preso estava lotado na Câmara de Santarém


Em alta no município de Santarém nos últimos 5 anos, o nepotismo também expôs seus tentáculos no esquema de corrupção montado por Reginaldo Campos (PSC) na Câmara de Vereadores no transcorrer do seu mais recente mandato de presidente da Casa (2015-2016). Na operação Perfuga, deflagrada na segunda-feira, 7, a prática veio à tona. O parlamentar arranjou emprego para sogro, Mário Francisco Fialho Cabral. Cargo: chefe de gabinete. Agravante do crime, segundo as investigações da Polícia Civil e MP do Pará: o sogro era fantasma. O salário dele era repassado direto para o vereador. Reginaldo Campos também usou Vânia Lúcia Fialho Cabral, irmã do sogro, como servidora fantasma da Câmara.
Blog do xarope via Jeso Carneiro
Nepotismo 

Nepostimo

terça-feira, 8 de agosto de 2017

SANTARÉM: Operação “Perfuga” resulta em prisões e buscas de documentos



A Polícia Civil, Gaeco (Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado), e Ministério Público Estadual, em Santarém, com auxílio do Centro de Pericias Científicas Renato Chaves, deflagraram na segunda-feira (7) a Operação Perfuga, para apurar crimes de peculato, falsificação de documento público, corrupção e associação criminosa, envolvendo agentes públicos. Foram cumpridos 25 mandados de busca e apreensão, dois mandados de prisão preventiva, seis mandados de prisão temporária e cinco de condução coercitiva.
A operação decorreu de dois inquéritos policiais instaurados para apurar contratação de “servidores fantasmas” pela Câmara de Vereadores e desvio de combustível, referente ao período da presidência do vereador Reginaldo da Rocha Campos. A investigação da polícia Civil em relação aos “servidores fantasmas”, cruzou-se com a investigação do Ministério Público em Santarém relacionada ao desvio de combustível na Câmara de vereadores, na gestão de Reginaldo Campos.
Em virtude do comprometimento dos servidores da Sespa, em Santarém, houve determinação judicial para afastamento dos envolvidos até a conclusão das investigações. Foram cumpridas duas prisões preventivas, incluindo o vereador Reginaldo da Rocha Campos, seis temporárias, cinco conduções coercitivas, além de buscas em residências e na Câmara de vereadores de Santarém.Foi apurado ainda que o vereador Reginaldo Campos, também por meio de servidora pública - Sarah Campinas, lotada na Sespa em Santarém, conseguia marcação de consultas médicas, burlando a fila, tudo voltado para questões políticas-partidárias. As demandas eram repassadas para a técnica em enfermagem, que providenciava o agendamento por meio de outros servidores do Setor de Regulação. A servidora recebia salário da Câmara Municipal sem prestar serviço, vinculada ao vereador Reginaldo da Rocha Campos. A partir dessa investigação foram evidenciados outros casos de “servidores fantasmas”, todos atrelados ao mesmo vereador.
Outro inquérito apura o desvio de recurso público na distribuição de combustível durante a gestão do vereador Reginaldo da Rocha Campos na presidência da Câmara. Em 2016, foram gastos R$363.458,95 em combustível, sendo que a que a Câmara possui somente dois carros e uma motocicleta, e utilizou 958 diárias de veículos locados. A investigação iniciou por procedimento da 9ª Promotoria de Justiça de Santarém, solicitando que a Câmara informasse o ato normativo que embasava a distribuição de combustível, quando não utilizado em carro oficial.


Foi encaminhada em 13 de julho de 2017 ao MP, a Portaria 001/2015, assinada pelo então presidente Reginaldo Campos e demais integrantes da Mesa Diretora. No ano de 2017, foi editada uma Resolução com teor semelhante ao da Portaria, resultando no ajuizamento de ACP com pedido de liminar para suspensão imediata dos efeitos da Resolução. Foi requisitada, na época, a relação dos beneficiários a partir do ato normativo, sem prestação da informação. Nos cupons fiscais de abastecimento foi verificada pouca referência aos números das placas, mas somente o horário, com abastecimentos noturnos e nos finais de semana, portanto, fora do horário de funcionamento da Câmara. 
Na busca, apreenderam-se documentos em residências de servidores, e que deveriam estar na Câmara Municipal. O promotor de justiça José Augusto Nogueira Sarmento, que comandou a operação pelo Gaeco, informou que todo o material já foi encaminhado ao Centro de Pericias Renato Chaves. O nome da operação- “Perfuga”, significa, em latim, “o desertor”, ou “aquele que abandona suas convicções, sua religião, seu compromisso ou a causa de que era defensor”.
Lila Bemerguy, de Santarém/ Fotos: Gaeco e Blog do Jeso

MP acompanha cumprimento das condicionantes de Belo Monte em Altamira

O Grupo de Atuação Especial de Belo Monte (Gabem), instituído pela Procuradoria-Geral de Justiça para a tutela coletiva das demandas desencadeadas pelos impactos socioambientais causados pela implantação da obra e funcionamento da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, reuniu nesta terça-feira (8), na cidade de Altamira.
Sob a coordenação do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente (Caoma), por meio da promotora de Justiça Myrna Gouveia, o Gabem retomou os trabalhos de monitoramento das medidas de abrandamento e compensatórias, demandadas nas condicionantes do licenciamento ambiental, bem como, dos projetos de desenvolvimento propostos para a região.
O procurador-geral de Justiça, Gilberto Valente Martins, participou ativamente dos debates, contribuindo com as discussões e apoiando as deliberações e atividades propostas pelo Grupo.
A reunião se estendeu durante a manhã e a tarde desta terça-feira, sendo um importante passo para o planejamento da atuação do Ministério Público na região.
Estiveram presentes ao encontro e participaram dos debates os promotores de justiça Sumaya Pereira (Cao Cível), José Godofredo Santos (Caoma), Antônio Manoel Dias (Altamira), Thiago Sanandres (Altamira), Helem Talita Bedim (Altamira), Bruna Rebeca Moraes (Altamira), Daniel Bona (Altamira), Sabrina Daibes Sanchez (Altamira), Vanessa Ribeiro (Brasil Novo), Daliana Souza (Medicilândia), Pedro Brasil (Uruará/Placas), Bruno Freitas (Anapu/Pacajá), Ducival Pereira (Senador José Porfírio), Juliana Félix (Porto de Moz) e David Pinheiro (Gurupá).  
Texto e fotos: Cao Cível e Caoma
Edição: Assessoria de Comunicação

AVC mata Empresário que recebeu dois balaços de bandidos em Santarém

O empresário Bené do supermercado Baratotal
Faleceu nessa terça-feira, vítima de um fulminante AVC, o empresário Bené do Supermercado Baratotal.
O empresário sentiu fortes dores de cabeça, e foi levado a UPA, e em seguida para o Hospital Municipal de Santarém, onde veio a óbito na UTI.
Boné vinha se sentido mal, desde que foi assaltado no dia 10 de maio, no bairro da Matinha, ocasião que levou dos tiros dos assaltantes. Na época, ele foi levado até o (PSM) Pronto Socorro Municipal, e conseguiu sobreviver. Porém, vinha sentido muitas dores na cabeça e depressão.
O empresário era muito conhecido em Santarém, e deve ser sepultado nessa quarta-feira.
Blog do Xarope com informações do Blog do Carpe

A TENTAÇÃO PROCURA ATACAR OS NOSSOS PONTOS FRACOS

Resultado de imagem para A TENTAÇÃO PROCURA ATACAR OS NOSSOS PONTOS FRACOSEle dizia que Sara, sua mulher, era sua irmã. Então Abimeleque, rei de Gerar, mandou buscar Sara e tomou-a para si. Gênesis 20.2
Diz a Palavra de Deus que, quando Abraão morou em Gerar, dizia que Sara era a sua irmã e não a sua mulher.
Ele tomou esta atitude porque Sara era muito bonita e, então, ficou com medo de dizer que ela era sua esposa, supondo que o rei iria matá-lo para ficar com ela.
O fato de ele ter dito esta mentira levou o rei daquele lugar a tomar Sara para si, porém a verdade acabou aparecendo e, depois de tudo esclarecido, o rei acabou devolvendo Sara a Abraão.
O que gostaríamos de focar neste texto é o fato de Abraão ter mentido e, tendo em vista ele já ter se utilizado deste procedimento anteriormente, chegamos à conclusão de que todas às vezes que ele se sentia em perigo, ficava tentado a agir assim.
Este texto serve para nos mostrar que até um homem como Abraão, um dos heróis da fé, pode cair quando se vê tentado em um de seus pontos fracos.
Isto mesmo, todos nós temos os nossos pontos fortes e fracos e entendamos como fortes e fracos aqueles pontos do nosso caráter que formam o conjunto de características relativo à nossa maneira de agir e de reagir, ou seja, o grupo de qualidades e defeitos que determina a nossa conduta moral.
No caso de Abraão um de seus pontos fracos era a mentira, ou seja, toda a vez que ele se via pressionado por algum motivo utilizava-se desse expediente para tentar resolver a situação.
Onde estamos querendo chegar? O que estamos pretendendo? A resposta é mostrar que o inimigo explora os nossos pontos fracos para conseguir o seu intento, ele nos tenta justamente naquelas questões onde não somos muito firmes e podemos fraquejar.
Por exemplo, se temos o “pavio curto” ele nos tentará em situações em que venhamos a perder a calma, se temos facilidade em mentir, como Abraão, ele nos tentará nos jogar em situações em que essa atitude seja uma saída, isto é, ele sempre irá explorar os nossos defeitos.
Então o que fazer? Em primeiro lugar ter a consciência do que ele sempre pretende e lutarmos para evitar cair na cilada e em segundo lugar procurarmos evitar todas as situações em que possam aflorar esse nosso lado negativo, tendo em mente que isso faz parte da essência do nosso caráter e, sendo assim, é melhor fugirmos do que acharmos que conseguiremos resistir à tentação, pois, infelizmente, não conseguiremos.

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Policia Civil cumpre mandados e prende vereador Reginaldo Campos e assessores em Santarém

Estima-se que o prejuízo aos cofres públicos seja de aproximadamente R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais).
Resultado de imagem para vereador reginaldo campos é preso em SantaremA Superintendência Regional do Baixo e Médio Amazonas, com o apoio do Ministério Público, deflagrou operação denominada “Operação Perfuga” que no latim significa “o desertor” no sentido de “que ou aquele que abandona suas convicções, sua religião, seu compromisso ou a causa de que era defensor”. A operação foi batizada com este nome porque os são investigados funcionários públicos que firmaram o compromisso de bem servir a sociedade, porém abandonaram esse mister, passando a agir em interesse estritamente particular.
O inquérito policial apura crimes de peculato, falsificação de documento público, corrupção e associação criminosa.
A Polícia Civil e Ministério Público estão cumprindo 2 mandados de prisão preventiva, 6 mandados de prisão temporária, 5 conduções coercitivas e 25 mandados de busca e apreensão. Entre as buscas estão a sede da Câmara Municipal de Santarém e a sede da SESPA em Santarém, e ainda em uma sala do hospital regional, onde funciona o setor de regulação da SESPA.Carro do Gaeco em frente à sede do Poder legislativo
Estima-se que o prejuízo aos cofres públicos seja de aproximadamente R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais).
Pessoas procuravam o Vereador Reginaldo Campos para solicitar a facilitação de agendamentos de consultas e exames, essas demandas eram repassadas para a técnica em enfermagem, servidora pública que exercia sua funções no regulação da SESPA, a qual providenciava o efetivo agendamento através dos outros servidores do setor.
A servidora da SESPA Sarah Campinas, que recebia as demandas repassadas pelo Vereador Reginaldo Campos também recebia remuneração mensal da Câmara dos Vereadores, sem a devida contra prestação do serviço público.
No decorrer das investigações, foram identificadas outras pessoas que também eram servidores “fantasmas”, ou seja, recebiam remuneração sem a devida contra prestação do serviço público, tendo entre os servidores fantasmas advogados e pessoas ligadas a lideranças de bairro ou líderes religiosos.
Outros servidores da Câmara também concorreram para a prática de crimes de peculato, e tentaram prejudicar as investigações falsificando documentos e prestando informações falsas, além de autorizarem e efetivamente procederem as contratações e pagamentos dos servidores “fantasmas”, mesmo tendo conhecimento que não estava ocorrendo a contra prestação do serviço público.
Blog do Xarope com informações do RG 15/O Impacto

domingo, 6 de agosto de 2017

Vereador eleito de Vitória do Xingu é alvo de promotoria da 18ª. Zona Eleitoral

A Promotora Vanessa Ribeiro da 18ª. Zona Eleitoral que abrange os município de Vitória do Xingu, Brasil Novo e Altamira, deve solicitar investigação em possíveis candidaturas fantasmas da coligação que elegeu o prefeito José Caetano do PSB.
Tai e Caetano sãos alvos da  18ª. Zona Eleitoral
A Procuradoria Regional Eleitoral emitiu parecer favorável para cassar o diploma do vereador de Vitória do Xingu WESTERNING FLOR DE LIMA JUNIOR, conhecido popularmente como Tai pelo fato de inelegibilidade constitucional, com fulcro no art. 14, §7º da CRFB/1988, porquanto seria cunhado do prefeito reeleito do Município de Vitória do Xingu José Caetano Silva de Oliveira, por viver em união estável com a irmã (Antônia Oliveira) do mesmo, esclarece o Procurador Regional Eleitoral BRUNO ARAÚJO SOARES VALENTE. Tai foi intimado para apresentar defesa na ação, mas vereador não contestou os fatos alegados pela promotoria eleitoral. A ação foi feita pela Promotoria Eleitoral Dra. Vanessa Ribeiro
A coligação “NA LUTA POR VITORIA que tinha os partidos PSDB, PSC, PTN e PV colocou na relação de candidaturas a vereadoras pelo menos quatro nomes feminino para fazer o coeficiente exigido pela legislação eleitoral. “Uma das candidatas que prefere não se identificar, revelou que “não sabia de nada e na campanha não pediu voto para ninguém e nem para a família e esclarece que as outras candidaturas da sua coligação foi do mesmo jeito, eles tinha um emissário do Partido pra fazer esse jogo com a gente. Indignada revelou que expliquei tudo para a Promotora Eleitoral.” A candidata pede Justiça a Eleitoral e Ministério Público Eleitoral que se faça justiça, pois foi enganada e esta decepcionada com tudo isso nos fizeram e com as outras. 
A Promotoria Eleitoral garantiu que já foi aberto procedimento interno e estar analisando para determinar abertura de inquérito junto a Policia Federal. Os fatos poderia ser enquadrado em crimes de falsidade ideológica ou estelionato.
O ex-vereador conhecido por Cruz da Melancia é o primeiro suplente da coligação.
Corrupção na prefeitura: O Blog do Xarope também apura uma serie de denuncias feita por Wilson Parente contra o prefeito José Caetano. Uma das denuncias que inclusive já foram encaminhadas as autoridades, também acusa o vereador " Tai" de ter recebido como propina uma grande quantia em dinheiro de uma empresa que é responsável pelo Transporte ESCOLAR na prefeitura de Vitória do XINGU. Estamos investigando o caso, e em breve estaremos divulgando o caso.