domingo, 21 de maio de 2017

O ex-prefeito Tonico Doido(PSB), é preso por desvios de verbas e formação de quadrilha em Pacajá

video
O ex-prefeito de Pacajá, Antônio Mares Pereira, o Tonico Doido(PSB), foi preso na  manhã deste  sábado durante operação do Ministério Público do Estado do Pará, acusado de desvio de recursos públicos e formação de quadrilha. Sua esposa, Gesilda Pereira, ex-secretária municipal, Ronaldo Santos, ex-vice-prefeito, e o ex-secretário de educação, Alex Sandro Lima, também. O MPE-PA e a PM encontraram tantos documentos da prefeitura na residência de Tonico que o procurador Nelson Medrado, coordenador do Núcleo de Combate à Improbidade Administrativa do MPE-PA, que comandou a operação, ao lado do promotor de justiça Bruno Fernandes, precisou de duas picapes para devolver a papelada à Secretaria de Administração. 
Tonico Doido foi eleito em 2012 e deixou o cargo em dezembro do ano passado. Ele chegou a ser afastado pela Justiça em 2015, a pedido do MP, em razão de inúmeras denúncias de irregularidades.  
Em 16 de setembro de 2015, na condição de prefeito de Pacajá e representante do Consórcio Belo Monte, Tonico Doido - não me perguntem o porquê da alcunha - disparou esta, na tribuna da Assembleia Legislativa, durante sessão especial: "Eu não matei meu pai para ser prefeito mais quatro anos", expressando sua repulsa à ideia da reeleição. 
Em 21 de junho do ano passado, a Operação “Camisa de Força”, do Núcleo de Combate à Improbidade Administrativa e Corrupção e Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do MPE-PA, cumpriu mandados de busca e apreensão em 23 alvos, entre eles a sede da Prefeitura de Pacajá, a casa do então prefeito, secretarias municipais (Transportes e Administração), residências e empresas. Promotores de Justiça, servidores e policiais militares foram em residências e escritórios de contabilidade, em Belém e Parauapebas. O nome foi escolhido porque o na época prefeito Antônio Mares Pereira é - adivinhem! - conhecido como “Tonico Doido”.
Desta vez o MP nem se deu ao trabalho de batizar a operação. O banner aí em cima foi da campanha eleitoral de Tonico, que antes de ser prefeito era vereador do PT e presidiu a Câmara Municipal de Pacajá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do Blog do Xarope e deixe seus comentários, críticas e sugestões.