Seguidores do DO XAROPE

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

VELA PRETA

SEIS PESSOAS EXECUTADAS EM PARAUAPEBAS

"A população  amanheceu chocada com notícia de que seis pessoas foram sumariamente executadas com disparos de arma de fogo e golpes de faca durante este final de semana. Das seis vítimas assassinadas, duas são do sexo feminino e uma é um adolescente de 15 anos de idade. Outras duas pessoas foram internadas no hospital municipal com ferimentos pelo corpo".
 
As seis vítimas fatais são as seguintes pessoas: Marcos Vinícius da Silva Oliveira (15 anos), Francisco Marçal da Silva (47 anos), Antonio Edson Mendes da Silva, conhecido por “Cabeludo” (36 anos); Lorena Costa de Brito (20 anos), Kailene Araújo Rocha (26 anos) e Joelcy Gomes Nunes.
Francisco Silva Moura (17 anos), que sofreu um tiro na virilha, com o balim saindo pelo ânus, e Tallya Mayra Leal, atingida com três tiros, foram internados com vida no hospital municipal de Parauapebas, onde até ontem (sexta) se encontravam sob observação médica.
De acordo com o que apurou a reportagem junto à polícia, Marcos Vinícius, que foi assassinado com dois disparos de arma de fogo, um deles abaixo do peito e outro na coxa direita, e faleceu no local do crime, e Francisco Silva (baleado) foram atingidos simultaneamente, por volta das 23 horas de quinta-feira (22), nas proximidades do “Morro do Macaco”, Bairro Liberdade.
Por sua vez, Francisco Marçal, que residia na Rua da Mangueira, Bairro Nova Vida, Parauapebas, perdeu a vida no local do atentado, depois que foi atingido com um tiro em um dos olhos, por volta das 23h30, no mesmo bairro onde a vítima morava.
A mulher Kailene Araújo foi assassinada por volta das 5h20 na Rua G, Bairro União, com uma faca que ficou cravada até o cabo nas costas dela, enquanto que Lorena Costa, que chegou a ser levada ainda com vida ao hospital, foi executada com disparos de arma de fogo no Bairro Liberdade.
Já Antonio Edson e Joelcy Gomes Nunes perderam a vida no mesmo local, na Avenida Brasil, Bairro Rio Verde, por volta de 00h40.
INVESTIGAÇÕES: Preocupados com a repercussão dos seis homicídios registrados na cidade, o delegado Antonio Miranda Neto, diretor da 20ª Seccional Urbana de Policia Civil em Parauapebas, e o ten-cel. PM Mauro Sérgio, novo comandante do 23º Batalhão de Polícia Militar em Parauapebas, se reuniram às pressas na manhã de ontem (23), no quartel do 23º BPM, para deslanchar, em conjunto, investigações das seis execuções mortais.
O primeiro ato das duas polícias foi diligenciar ontem (23) mesmo esporádicas blitze em vários pontos da cidade de Parauapebas e em municípios vizinhos, com o objetivo de localizar e prender os autores das seis mortes e das duas pessoas baleadas.
Em declarações prestadas à reportagem, o delegado Antonio Miranda informou que, com exceção da mulher assassinada com facada no Bairro União, as cinco execuções foram praticadas numa ação simultaneamente pelos mesmos pistoleiros.
A autoridade policial assegurou que as investigações estão avançadas no sentido de identificar, localizar e prender os autores dos seis homicídios. Algumas das vítimas, segundo a polícia, tinham envolvimento com consumo e tráfico de droga. Há suspeita de que os matadores usavam uma moto preta.
O ten-cel. Mauro Sérgio, que na quinta-feira (22) assumiu em Marabá o comando do 23º Batalhão de Polícia Militar em Parauapebas, prometeu que a corporação vai agir com dureza contra bandidos que atuam na região de jurisdição do 23º BPM, com o intuito de diminuir o índice de criminalidade.
O novo comandante local da PM prometeu que vai trabalhar com afinco, em conjunto com a Polícia Civil, para baixar o índice de violência em Parauapebas e municípios vizinhos. (Vela Preta/Waldyr Silva)

3 comentários:

  1. nossa tenho dor das familias que sofrem

    ResponderExcluir
  2. eu numca quero morrer assim credo

    ResponderExcluir
  3. Niguem sabi o motivo que levou essas pessoas a morte mas a crimilidade em parauapebas e haterrorizante poriso o trabalhador fica esperando o onibus armado por motivo de seguranca.

    ResponderExcluir

Participe do Blog do Xarope e deixe seus comentários, críticas e sugestões.