quinta-feira, 27 de julho de 2017

O PODER DA CALÚNIA

 Há seis coisas que o Senhor odeia, sete coisas que ele detesta: olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, coração que traça planos perversos, pés que se apressam para fazer o mal, a testemunha falsa que espalha mentiras e aquele que provoca discórdia entre irmãos. 
Os versículos apontam seis coisas que Deus odeia e uma que Ele abomina, ou seja, sete comportamentos que, de uma forma bem objetiva, o Senhor faz questão de mostrar que Ele não concorda em hipótese nenhuma.
Nesse artigo, gostaríamos de nos ater na testemunha falsa que espalha mentiras. A pessoa que se dispõe a dar falso testemunho e a espalhar mentiras a respeito de alguém, na realidade está expondo essa pessoa de forma irremediável, já que, infelizmente, a partir do momento que seja contada uma mentira a respeito de quem quer que seja, fica muito difícil consertar isso, pois mesmo com todos os desmentidos que possam ser tentados, a mentira inicial, para muitas pessoas, prevalecerá, ou seja, é o poder da calúnia, de transformar grandes mentiras em verdades absolutas.
Esse é um fenômeno muito interessante, na medida em que mostra de forma muito clara a essência do caráter do ser humano, pré-disposto a dar mais crédito às coisas ruins, pois se alguém dá um falso testemunho de alguém para um determinado grupo de pessoas e depois quem cometeu esse erro se arrepende desmentindo aquilo que disse, para esse mesmo grupo, seria de se esperar que todos acreditassem piamente na nova versão, porém o que acontece, na prática, é que o grupo se divide, alguns acreditam na nova versão, outros ficam em dúvida e, infelizmente, existirão pessoas que vão preferir ficar com a mentira contada, pois acharão que “onde há fumaça há fogo”.
É por esse motivo que quando alguém testemunha de forma mentirosa ou inventa algo a respeito de alguém, está cometendo uma falta gravíssima, já que está arrumando problemas para esse outro que, muitas vezes, não conseguem ser resolvidos e que podem trazer sérios prejuízos em diversas áreas da sua vida, isto é, problemas financeiros, sentimentais, familiares, profissionais e por aí vão.
O pior é que, infelizmente, existem pessoas que fazem esse tipo de coisa de forma contumaz, falam de tudo, de todos, sem o menor cuidado e constrangimento, expondo a vida dos outros e não se importando com as consequências de seus atos.
A notícia ruim para esse tipo de gente é que isso não está passando em branco, todas as “fofocas”, falatórios, falsos testemunhos, mentiras estão confrontando a uma das coisas que o Senhor faz questão de dizer que odeia e, cá entre nós, se Deus se posiciona dessa forma com relação a esse tipo de coisa, quem faz deveria ficar muito preocupado.
Para finalizar, o Salmo 101.5 diz que aquele que difama o seu próximo às escondidas será destruído, consequência natural para um comportamento que desagrada tremendamente a Deus. Pense nisso e deixe o seu comentário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do Blog do Xarope e deixe seus comentários, críticas e sugestões.